Publicidade

Estado de Minas

Com panelaços e hino, uruguaios protestam por medidas contra coronavírus


postado em 25/03/2020 22:13

Panelaços e cantos do hino nacional foram ouvidos na noite desta quarta-feira (25) no Uruguai, em manifestações simultâneas contra e a favor das medidas que o governo tomou para enfrentar a epidemia do novo coronavírus.

Devido à impossibilidade de concentração por causa da covid-19, a central sindical Pit-Cnt e com outras organizações convocaram um panelaço e um apagão geral para esta quarta-feira (25) às 21H00 (mesmo horário em Brasília) para pedir mais medidas destinadas a proteger os trabalhadores, em crise devido à paralisação causada pela pandemia do coronavírus.

Entre suas demandas está a criação de uma renda de emergência, medidas de proteção para que pequenas e médias empresas mantenham seus postos de trabalho, proibir os descontos salariais, adiar o aumento de tarifas públicas e congelar o preço de aluguéis e cotas de créditos imobiliários.

No entanto, em contrapartida, os simpatizantes do governo de Luis Lacalle Pou convocaram o apoio à sua gestão, cantando da janela o hino nacional na mesma hora.

Consequentemente, às 21H00 foi possível ouvir uma mistura de panelaços e cantos, mas também aplausos, como vem ocorrendo todas as noites há vários dias, em homenagem aos médicos que trabalham no combate à pandemia.

Entre outras medidas, o governo adiou o pagamento de impostos e flexibilizou subsídios ao desemprego para aliviar a pressão econômica sobre os trabalhadores.

O Uruguai tem até esta quarta-feira 217 casos confirmados de coronavírus.


Publicidade