Publicidade

Estado de Minas

Trump suspende proibição de uso de minas antipessoais pelo Exército


postado em 31/01/2020 18:55

O presidente americano, Donald Trump, suspendeu nesta sexta-feira a proibição para o uso de minas antipessoais pelo Exército dos Estados Unidos, revertendo uma medida imposta por seu antecessor, Barack Obama, em 2014, devido ao impacto que este armamento tem na população civil.

"O Departamento de Defesa determinou que essa restrição imposta às forças americanas pelo governo de (Barack) Obama poderia colocá-las em desvantagens durante um conflito", disse a Casa Branca em um comunicado.

Segundo o texto, o presidente não está disposto a aceitar que as tropas estejam expostas a esse risco.

Essa medida se aplica a um novo tipo de mina chamado "não persistente" que pode ser desativada remotamente, em vez de ser ficar enterrada para sempre.

Obama havia proibido o uso de minas antipessoais, com exceção da península coreana.

Trump disse que os militares dos EUA agora poderão colocar minas no mundo em "circunstâncias excepcionais", e o Pentágono demarcará a estratégia.

Mais de 160 países fazem parte da convenção de Ottawa para eliminar o uso de minas antipessoal.

Entre os países fora deste pacto estão Estados Unidos, Rússia, China, Índia e Paquistão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade