Publicidade

Estado de Minas

Gaultier anuncia que seu desfile na quarta em Paris será seu último


postado em 17/01/2020 16:19

O estilista Jean-Paul Gaultier anunciou nesta sexta-feira (17), em um comunicado, que realizará seu último desfile de alta costura em 22 de janeiro, após 50 anos de carreira e que lançará um novo projeto.

"Em 22 de janeiro de 2020, comemorarei meus 50 anos de carreira na moda com um grande desfile-espetáculo de alta costura no Théâtre du Châtelet. Será também meu último desfile", informou o estilista, de 67 anos, em um curto comunicado transmitido à AFP.

"Mas não se preocupem, a casa de costura Gaultier Paris continua, com um novo projeto do qual sou incentivador e que será revelado em breve", acrescentou.

Sua empresa está sob o controle do grupo espanhol Puig.

O comunicado está acompanhado de um vídeo, no qual o estilista aparece falando ao telefone com uma pessoa a quem convida para o desfile. "Vou te dar uma prévia, será meu último desfile. Você vai ter que vir, não pode perder isso", provoca.

"Será uma grande festa, com muitos dos meus amigos e vamos nos divertir muito. Vai acabar muito tarde", diz o estilista, em tom de brincadeira.

Seu desfile ocorrerá durante a Semana a Moda de Alta Costura, em Paris, que vai ser celebrada entre segunda e quinta-feira da próxima semana.

Transgressor e subversivo, Gaultier é um dos estilistas mais importantes de todos os tempos, ao revolucionar os cânones da moda nos anos 1980, com criações emblemáticas como o corselete com bustiê cônico, popularizado pela cantora Madonna.

O ex-menino rebelde da moda chegou ao topo do sucesso, graças à sua energia criativa incomum, com grande capacidade de trabalho e amor infinito pela profissão.

Originário de uma família humilde dos arredores de Paris, realizou o sonho de ser estilista que tinha desde criança, quando desenhava peças para seu ursinho de pelúcia.

Desde 2001, sua empresa pertence ao seleto clube da alta costura.


Publicidade