Publicidade

Estado de Minas

Trudeau pede que Irã envie à França caixas-pretas de avião abatido


postado em 17/01/2020 16:07

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, pediu nesta sexta-feira (17) a Teerã que envie a um laboratório francês de análises as caixas-pretas do avião comercial ucraniano abatido em 8 de janeiro pelo Irã, no qual viajavam 57 canadenses.

"Somente alguns poucos países, como a França, têm os laboratórios capazes de fazê-lo", disse Trudeau durante coletiva de imprensa.

"Seria o melhor lugar para enviar essas caixas-pretas e tirar delas as informações oportunas de forma rápida e isso é o que incentivamos as autoridades iranianas a fazer", acrescentou o premiê.

"As caixas-pretas sofreram graves danos e é muito importante (...) que sejam examinadas o mais rapidamente possível", disse o dirigente.

"Os franceses propuseram logicamente fazer a análise e a comunidade internacional, inclusive os especialistas canadenses, poderiam estar presentes neste processo".

Horas antes, o chefe da diplomacia ucraniana, Vadim Pristaiko, declarou que o Irã estava disposto a transferir as caixas-pretas do Boeing, da Ukraine International Airlines, abatido pelas forças armadas iranianas pouco após decolar de Teerã com 176 pessoas a bordo.

"A equipe conjunta de investigadores, composta por iranianos, canadenses e nós, vai acessar as caixas-pretas in situ. Depois disso, os iranianos estão prontos para levá-las à Ucrânia", informou Pristaiko perante os deputados do seu país.


Publicidade