Publicidade

Estado de Minas

Justiça iraniana anuncia detenções por avião ucraniano derrubado

Aeronave foi atingido por um míssil disparado por erro, durante os dias de crise aguda com os Estados Unidos, depois da morte de líder militar do Irã


postado em 14/01/2020 07:19 / atualizado em 14/01/2020 08:17

(foto: AFP)
(foto: AFP)

O Irã começou a fazer detenções relacionadas ao caso do avião ucraniano, abatido por erro por um míssil iraniano perto de Teerã - anunciou o porta-voz da Justiça, Gholamhossein Esmaili, em entrevista coletiva nesta terça-feira (14).


Esmaili não divulgou o nome dos detidos.


Mais cedo, o presidente Hassan Rohani garantiu que seu país vai "punir" todos os responsáveis por esta tragédia.


"Para nosso povo, é muito importante que qualquer pessoa que tenha tido culpa, ou tenha sido negligente neste assunto", seja levado à Justiça, disse o presidente.


Os 176 passageiros e membros da tripulação do avião morreram.



 


Publicidade