Publicidade

Estado de Minas

México prende sete suspeitos de assassinato de mórmons


postado em 30/12/2019 22:49

As autoridades detiveram sete suspeitos do assassinato de três mulheres e seis crianças da família LeBarón, integrante de uma comunidade mórmon do norte do México, informou nesta segunda-feira a Procuradoria-Geral.

"No dia 26 de dezembro passado foram executadas as ordens de detenção solicitadas pela Procuradoria-Geral da República e emitidas por um juiz federal".

As autoridades atribuem a pistoleiros do narcotráfico a autoria do massacre, ocorrido no dia 4 de novembro passado, em uma região isolada entre os estados de Sonora e Chihuahua.

Segundo a investigação, os pistoleiros teriam confundido os veículos, mas a família LeBarón afirma que era o alvo da ação.

O massacre provocou indignação no México e nos Estados Unidos.

O presidente americano, Donald Trump, ameaçou classificar os cartéis das drogas como organizações terroristas, o que o México interpretou como uma potencial ameaça de intervenção, inclusive armada.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade