Publicidade

Estado de Minas

Washington acusa Iraque de falhar na 'proteção' dos interesses dos EUA


postado em 30/12/2019 17:49

O governo dos Estados Unidos acusou nesta segunda-feira as autoridades do Iraque de não fazer o necessário para proteger os interesses americanos no país, um dia após Washington lançar ataques que causaram indignação em Bagdá.

"Advertimos o governo iraquiano em várias ocasiões e compartilhamos informações para tentar trabalhar com ele a fim de assumir a responsabilidade de nos proteger como potência convidada", disse um funcionário do Departamento de Estado à imprensa em Washington.

Segundo a fonte, o exército e os diplomatas americanos estão no Iraque a "convite do governo" local.

"Sua responsabilidade e dever é de nos proteger. E eles não tomaram as medidas apropriadas para isso", lamentou o funcionário, que falou com os jornalistas sem revelar sua identidade.

Nas últimas semanas, foram registrados vários ataques contra bases americanas no Iraque, em ações atribuídas pelos Estados Unidos a facções pró-iranianas.

Na sexta-feira passada, uma dessas bases foi atingida por 36 foguetes, matando um funcionário terceirizado americano e ferindo vários soldados.

Em represália, o exército dos Estados Unidos lançou ataques aéreos contra bases de uma facção pró-iraniana de Hashd al Shaabi, uma coalizão de paramilitares integrados às forças iraquianas, matando cerca de 25 milicianos.

Em Bagdá, o governo disse que "revisará suas relações" com os Estados Unidos e vários parlamentares iraquianos exigiram a expulsão de soldados americanos.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade