Publicidade

Estado de Minas

UE pede que governo sírio e aliados acabem com escalada de violência


postado em 29/12/2019 11:49

A União Europeia pediu ao governo sírio e seus aliados neste domingo que acabem com a "escalada da violência" e o "bombardeio indiscriminado" de civis no noroeste da Síria.

"A escalada da violência no noroeste da Síria pelo regime sírio e seus aliados deve cessar", disse um porta-voz do oficial de relações exteriores da União Europeia, Josep Borrell, em comunicado.

No texto, ele denuncia "os ataques aéreos e bombardeios indiscriminados contra civis e as estradas que eles usam para fugir", que deixaram "incontáveis mortos e feridos entre civis".

A UE também pediu "acesso humanitário rápido, seguro e sem obstáculos" para ajudar os 3 milhões de civis que vivem na cidade de Idlib.

Segundo a ONU, mais de 235.000 sírios tiveram que ser deslocados em duas semanas por causa da ofensiva das forças de Damasco, apoiada pela força aérea russa.

O regime de Bashar Al Assad, que após oito anos de guerra controla mais de 70% do território, declarou-se determinado a retomar a região de Idlib, dominada pelos jihadistas do grupo Hayat Tahrir Al Sham (HTS).

O conflito na Síria, que eclodiu em 2011 após a repressão às manifestações pró-democracia pelo regime, causou mais de 370.000 mortes e milhões de deslocados e refugiados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade