Publicidade

Estado de Minas

Forças do regime sírio cercam posto de observação turco em Idlib


postado em 23/12/2019 18:25

As forças do regime sírio cercaram um posto de observação turco na segunda-feira na província de Idlib (noroeste), depois de reconquistar território nos últimos dias dos jihadistas e rebeldes na região, disse o Observatório de Direitos Humanos da Síria (OSDH).

"As forças do regime cercaram o posto de observação turco de Al Surman depois de reconquistar várias vilas e cidades" perto da principal cidade de Maaret al Numan, no sudeste da província de Idlib, disse o diretor da ONG Rami Abdel Rahman.

O exército turco está destacado em doze postos de observação na região de Idlib, em um acordo concluído em setembro de 2018 entre Moscou, um aliado do regime sírio, e Ancara, padrinho dos rebeldes, para evitar uma ofensiva ao poder de Damasco contra a região.

O acordo previa a criação de uma "zona desmilitarizada" de 15 a 20 quilômetros para separar áreas governamentais de territórios rebeldes e jihadistas na província de Idlib, e também nas regiões vizinhas de Aleppo, Hama e Latakia.

O acordo deu um trégua ao último grande reduto rebelde e jihadista da Síria, dominada pelo grupo Hayat Tahrir al Sham (HTS), um antigo braço sírio da Al Qaeda, e onde vivem três milhões de pessoas.

Isso não impediu, contudo, uma grande ofensiva do exército sírio, apoiada pela aviação russa, entre abril e o final de agosto na região, na qual mil civis foram mortos, segundo o OSDH, e 400.000 pessoas foram deslocadas de acordo com a ONU.

Desde a noite de quinta-feira, os confrontos em torno de Maaret al Numan, uma cidade no sul de Idlib, causaram 187 mortes em ambos os lados, incluindo 77 membros das forças pró-regime e 110 jihadistas e rebeldes, acrescentou a fonte.

As forças relacionadas ao regime assumiram o controle de 29 cidades e vilarejos da região, informou a ONG, e estão gradualmente se aproximando desta cidade-chave na região de Idlib.

O posto de observação turco de Al Surman é o segundo cercado pelas forças do regime em poucos meses: desde agosto, o da cidade de Morek, no norte da província de Hama, permanece cercado e ainda há forças turcas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade