Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Cápsula espacial da Boeing retorna à Terra após missão incompleta


postado em 22/12/2019 11:02

A Starliner, cápsula espacial da Boeing lançada na sexta-feira para voo teste de uma semana, pousou em segurança no deserto do Novo México neste domingo, depois de ter abortada a viagem para a Estação Espacial Internacional.

A Boeing teve de interromper o voo de demonstração da cápsula não tripulada - um teste para começar a enviar astronautas no próximo ano - após apresentar problemas técnicos que a impediram de seguir o caminho. O Starliner pousou antes do amanhecer com todos os três pára-quedas principais funcionando e os airbags também inflados ao redor da espaçonave para facilitar o impacto.

"Parabéns, Starliner", disse o Controle de Missão, chamando-o de um 'touchdown' bem-sucedido.

Um manequim de teste chamado Rosie, estava no assento do comandante. Também retornavam presentes de Natal, roupas e alimentos que deveriam ter sido entregues à equipe da Estação Espacial Internacional.

Depois de ver o voo de teste interrompido por causa de um relógio incorreto na cápsula, os funcionários da Boeing ficaram aliviados ao recuperar o Starliner. Este foi o primeiro teste da cápsula projetada para os astronautas retornarem da órbita e pousarem na Terra.

A primeira viagem da cápsula ao espaço começou no foguete Atlas, saindo de Cabo Canaveral, com sucesso. Mas apenas meia hora depois do voo, a cápsula não disparou seus propulsores para perseguir até estação espacial e acabou na órbita errada. O problema estava no relógio interno que não sincronizava com o foguete Atlas.

Os controladores de voo tentaram corrigir o problema, mas entre a posição da espaçonave e uma lacuna nas comunicações, seus sinais não foram transmitidos. Mais tarde, eles conseguiram reiniciar o relógio e fazer a cápsula retornar.

A Boeing ainda está tentando descobrir como ocorreu o erro de temporização. A missão durou quase 50 horas e incluiu 33 órbitas ao redor da Terra.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade