Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Empresa deixa construção de duto Alemanha-Rússia com aprovação de sanções por EUA


postado em 21/12/2019 08:45

A empresa suíça Allseas anunciou neste sábado, 21, que suspendeu sua participação na construção do duto Nord Stream 2, equipamento de 1,2 mil quilômetros que vai transportar gás natural da Rússia para a Alemanha. Em comunicado, a companhia disse que a decisão foi motivada pela legislação dos Estados Unidos que prevê sanções contra empresas envolvidas na empreitada.

"Antecipando a promulgação da Lei de Autorização de Defesa Nacional (NDAA, na sigla em inglês), Allseas suspendeu suas atividades na construção do Nord Stream 2", afirmou a empresa. A legislação foi assinada pelo presidente norte-americano, Donald Trump, na sexta-feira, 20.

Os EUA vem se opondo à construção do duto de gás natural, afirmando que o equipamento tornaria a Europa mais dependente da Rússia para fornecimento energético. A construção do duto já está em estágio avançado.

O governo alemão disse lamentar a aprovação da legislação dos EUA. "O governo rejeita essas sanções extraterritoriais", afirmou a porta-voz Ulrike Demmer em comunicado. "Elas afetam empresas alemãs e europeias e são uma interferência em nossos assuntos domésticos", completou.

Na quarta-feira, a chanceler alemã Angela Merkel afirmou que o país não considera retaliar os EUA por causa das sanções. "Não vejo alternativas além de conversar, conversar firmemente, (para mostrar que) não aprovamos essa prática", disse a parlamentares em Berlim.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade