Publicidade

Estado de Minas

Greta Thunberg volta ao Parlamento sueco após viagem aos EUA


postado em 20/12/2019 08:37

Greta Thunberg retornou nesta sexta-feira ao Parlamento de Estocolmo para interpelar os deputados sobre a urgência climática, após uma viagem de vários meses que a levou de Nova York à conferência sobre o clima de Madri.

Seguida por vários seguranças, a adolescente sueca se encontrou com os jovens ecologistas que a acompanham desde os primeiros dias de sua "greve escolar pelo clima".

Após atravessar o Atlântico em um veleiro para acompanhar a cúpula mundial da ONU sobre o clima em Nova York, em setembro, ela percorreu os Estados Unidos de trem, conheceu Barack Obama e trocou alfinetadas com Donald Trump.

Depois cruzou o oceano para testemunhar o fracasso em Madri da COP25, a conferência sobre o clima da ONU.

Thunberg, eleita "personalidade do ano" pela revista Time, declarou no Parlamento esperar que esta distinção ajude sua causa.

"Realmente espero que isto contribua para criar consciência e motivar outras pessoas para que se comprometam com o clima", declarou à agência sueca TT, o único meio de comunicação autorizado a se aproximar dela nesta sexta-feira.

Desde o início de sua greve em agosto de 2018, sozinha, diante do Parlamento sueco, Greta Thunberg inspirou milhões de jovens, dispostos a protestar todas as sextas-feiras.

O movimento, chamado de Sextas-Feiras pelo Futuro, pede aos governantes de todo o planeta a adoção de mudanças radicais para limitar o aquecimento global.

Na cúpula do clima da ONU, a adolescente discursou e denunciou a inação dos "poderosos do planeta".


Publicidade