Publicidade

Estado de Minas

Dois suicidas matam onze combatentes 'antijihadistas' no Iraque


postado em 12/12/2019 19:01

Onze combatentes morreram nesta quinta-feira, ao norte de Bagdá, em dois atentados suicidas contra um quartel das Brigadas da Paz, braço armado do líder xiita Moqtada Sadr, informou o Exército iraquiano.

Um primeiro "terrorista camicase se explodiu", causando "sete mortos e três feridos" na zona do lago Tharthar, a sudoeste de Samarra, feudo de grupos jihadistas, revelou o comando militar iraquiano.

Um segundo "terrorista camicase", termo geralmente usado pelo Exército para designar um jihadista do grupo Estado Islâmico (EI), lançou um carro-bomba contra o mesmo quartel, deixando quatro mortos.

Os atentados, que ainda não foram reivindicados, foram dirigidos aos combatentes de Sadr, que apoiaram as tropas iraquianas e a coalizão internacional na luta contra o EI.

A partir de 2014, o EI assumiu o controle de várias cidades iraquianas, entre elas Mossul, no norte, chegando a controlar cerca de um terço do Iraque.

As autoridades iraquianas declararam no final de 2017 a vitória sobre os jihadistas, mas células clandestinas seguem realizando atentados no país.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade