Publicidade

Estado de Minas

EUA está 'muito perto' de acordo comercial com China, diz Trump


postado em 12/12/2019 13:43

O presidente americano, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (12) que os Estados Unidos estão "muito perto" de um "grande acordo" com a China, a três dias para a entrada em vigor de novas tarifas na guerra comercial entre as duas potências.

"Estamos MUITO perto de um GRANDE ACORDO com a China. Eles querem isso, e nós também!", tuitou o presidente americano, provocando a rápida recuperação da Bolsa de Nova York, que abriu em baixa nesta quinta-feira.

Pequim disse hoje que os negociadores dos dois países mantiveram uma "comunicação estreita", sem dar mais detalhes.

As tensões entre os dois países já duram 19 meses, período no qual ambos impuseram tarifas adicionais a centenas de bilhões de dólares no comércio bilateral anual.

O possível anúncio de um acordo comercial com Pequim nos próximos dias permitiria ao presidente republicano se gabar de suas habilidades de negociação, antes da acusação na Câmara dos Representantes pelo caso da Ucrânia, prevista para a próxima semana.

A Casa Branca também não deu detalhes sobre o que significa o "grande acordo", ao qual o presidente americano se referiu.

Washington e Pequim estão negociando um acordo preliminar, pelo qual a China aumentaria as compras de produtos agrícolas americanos. Em troca, os Estados Unidos renunciariam a seus novos aumentos tarifários previstos para 15 de dezembro.

A ameaça dos Estados Unidos consiste em impor uma taxação de 15% às exportações chinesas por US$ 156 bilhões. A China informou que responderá com uma tarifa de 25% sobre os automóveis americanos e com uma taxação de 5% sobre as peças de veículos. Estes impostos haviam sido suspensos no começo deste ano como um gesto de boa vontade.

Anunciado como iminente há várias semanas pelo governo de Donald Trump, o acordo demora a se concretizar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade