Publicidade

Estado de Minas

Protesto contra premier tcheco reúne 50 mil pessoas em Praga


postado em 10/12/2019 20:31

Ao menos 50 mil pessoas protestaram nesta terça-feira, no centro de Praga, para exigir a demissão do primeiro-ministro, Andrej Babis, acusado de fraude nas subvenções europeias e conflito de interesses.

A manifestação ocorre uma semana após a reabertura de uma investigação contra este magnata populista de 65 anos, que estava paralisada desde setembro.

Babis rejeita as acusações e diz que não abandonará o poder.

"Este cara tem a pele grossa; é certo que as pessoas vão comprar suas mentiras, mas não é a pessoa que deve me representar", disse à AFP um dos manifestantes, Josef Smycka, aposentado da cidade de Olomouc, no leste do país.

Segundo a polícia, ao menos 50 mil pessoas participaram da manifestação no centro de Praga.

Considerado pela Forbes como a quarta fortuna da República Tcheca, Babis é acusado de utilizar subvenções europeias para pequenas empresas para construir um complexo hoteleiro e agrícola nos arredores de Praga.

Na semana passada, a imprensa tcheca publicou trechos de uma auditoria solicitada pela Comissão Europeia que aponta conflito de interesses entre o político e o empresário Babis.

O premier se defende afirmando que entregou sua holding Agrofert a dois fundos fiduciários, como prevê a lei tcheca.


Publicidade