Publicidade

Estado de Minas

Sunitas têm consenso para permanência de Hariri como premiê no Líbano


postado em 08/12/2019 20:25

O premiê libanês demissionário, Saad Hariri, goza de consenso entre a comunidade sunita para ser novamente nomeado à frente do governo, afirmou neste domingo (8) o empresário Samir Khatib, que era considerado até agora o mais firme aspirante a sucedê-lo.

Khatib se reuniu no domingo com o mufti - a principal autoridade sunita libanesa - Abdellatif Deriane, que lhe indicou que há no seio da comunidade "consenso para a indicação de Saad Hariri como encarregado de formar o próximo governo".

Líbano, um país multiconfessional, é regido por um sistema que aspira a alcançar um equilíbrio de representação entre as diferentes comunidades e o cargo de premiê é ocupado por um sunita.

Hariri renunciou ao cargo em 29 de outubro, no âmbito de manifestantes gigantescas de protesto contra o conjunto da classe política libanesa, acusada de corrupção e incompetência.

Na saída da reunião com o mufti Abdellatif Deriane, Khatib foi se reunir com Hariri para "informar-lhe que é ele o proposto pra formar um novo governo", antecipou o empresário.

Este anúncio acontece quando as consultas que marca a Constituição entre o presidente, Michel Aoun, e os grupos parlamentares prévias à nomeação de um primeiro-ministro que estavam previstas para a segunda-feira, foram adiadas em uma semana.


Publicidade