Publicidade

Estado de Minas

Fósseis de titanossauro são encontrados pela primeira vez no Equador


postado em 07/12/2019 21:07

Os restos de uma nova espécie de titanossauro do período Cretáceo foram encontrados no Equador, onde antes não tinham sido achados fósseis de dinossauro, anunciou a Universidade Técnica Particular de Loja (UTPL), que patrocinou a pesquisa.

"Um primeiro dinossauro para o Equador (...) Uma descoberta fruto do trabalho de investigação, em aliança com especialistas da Argentina", anunciou na noite de sexta-feira (6) Juan Pablo Suárez, vice-reitor de pesquisas da UTPL, em coletiva de imprensa oferecida na cidade de Loja, capital da província de mesmo nome, na fronteira com o Peru, onde a descoberta foi feita.

O diretor de pesquisas da UTPL, o equatoriano Galo Guamán, destacou que "os estudos determinaram que se trata de um titanossauro pela primeira vez no Equador".

"Seria uma nova espécie", que foi nomeada 'Yamanasaurus lojaensis', em alusão ao local da descoberta: Yamana, que se encontra no vale Casanga, da província de Loja.

O material analisado consiste de restos de um esqueleto desarticulado e incompleto e entre os ossos descobertos destacam-se duas vértebras do sacro, uma da cauda e restos de úmero, rádio e tíbia.

O estudo o descreve como um exemplar "que era de ossos curtos e grossos, de pequeno porte, de até seis metros de comprimento, e de dois a três metros de altura; robustos e com couraça protetora".

A equipe de pesquisadores foi liderada pelo paleontólogo argentino Sebastián Apesteguía del Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET) do país, juntamente com o compatriota Pablo Ariel Gallina.

Além de Guamán, também participaram os equatorianos Jhon Soto e José Tamay, professores de Geologia da UTPL.

O trabalho foi publicado no último número da revista especializada Cretaceous Research.


Publicidade