Publicidade

Estado de Minas

Investigação do Congresso tem provas contundentes contra Trump, diz relatório


postado em 03/12/2019 17:13

As evidências para realizar um julgamento político por conduta imprópria contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, são "esmagadoras", diz o relatório final da investigação da Câmara dos Deputados, conhecido na terça-feira.

"As provas da má conduta do presidente são esmagadoras, assim como as evidências de sua obstrução ao Congresso", diz o relatório, destinado a apoiar acusações formais contra Trump.

"A investigação constata que o presidente Trump, pessoalmente e atuando por meio de agentes dentro e fora do governo dos EUA, solicitou a ingerência em um governo estrangeiro, o da Ucrânia, para favorecer sua reeleição".

A Casa Branca reagiu afirmando que não foi encontrada "nenhuma prova" contra Trump.

"Esse relatório não mostra nada mais do que as frustrações" dos democratas, "lê-se como as divagações de um blogueiro de pouca relevância que tenta demonstrar algo embora esteja claro que não tem", disse a porta-voz do governo, Stephanie Grisham.


Publicidade