Publicidade

Estado de Minas

Wall Street cai após ameaça de tarifas dos EUA a Brasil e Argentina


postado em 02/12/2019 19:07

Wall Street caiu nesta segunda-feira (2), depois que o presidente Donald Trump anunciou a imposição de sobretaxas ao aço e ao alumínio de Brasil e Argentina e que o setor manufatureiro americano voltou a registrar contração.

O índice industrial Dow Jones cedeu 0,96%, situando-se nos 27.783,04 pontos, enquanto o Nasdaq, dos valores tecnológicos, perdeu 1,12%, nas 8.567,99 unidades. O S&P; 500 recuou 0,86%, até 3.113,87 pontos.

De acordo com Gregori Volokhine, da firma Meeschaert Financial Services, a determinação de Trump de retomar as tarifas a ambos os países "sacudiu" o mercado, ao vincular as sobretaxas diretamente às oscilações cambiais. Esta ameaça chegou a ser lançada contra a China, mas não se concretizou.

Ainda segundo este analista, os investidores também estão preocupados, porque a guerra comercial entre China e Estados Unidos ainda "está longe de ser resolvida".

Outros especialistas consideraram que o mercado operou contrariado, com o anúncio do quarto mês consecutivo de contração do setor manufatureiro dos Estados Unidos.

Os dados permitem antecipar que o setor vai-se enfraquecer ainda mais, "de maneira que o consumo deverá continuar sendo robusto para sustentar o crescimento dos Estados Unidos", disse Ken Berman, estrategista da Gorilla Trades.


Publicidade