Publicidade

Estado de Minas

EUA imporá tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina


postado em 02/12/2019 10:43

Os Estados Unidos imporão tarifas sobre as importações de aço e alumínio procedentes de Brasil e Argentina, anunciou nesta segunda-feira o presidente Donald Trump.

"Brasil e Argentina desvalorizaram fortemente suas moedas, o que não é bom para nossos agricultores", tuitou Trump.

"Portanto, com vigência imediata, restabelecerei as tarifas de todo aço e alumínio enviados aos Estados Unidos por esses países".

Trump também pediu ao Federal Reserve para "agir da mesma forma" para que outras nações não "aproveitem mais o nosso dólar forte desvalorizando ainda mais suas moedas".

No ano passado, Trump anunciou tarifas globais de 25% para o aço e 10% para o alumínio, mas em março concordou em suspendê-las para a Argentina e o Brasil, além de vários outros países inicialmente incluídos.

Referenciando essas tarifas em um tuíte subsequente, o presidente americano afirmou que os mercados dos Estados Unidos tinha subiram "em até 21%" desde então.

Apesar disso, o aço americano continuou sofrendo com o declínio geral do emprego e a produção parou nos altos-fornos no mês passado.

O presidente Jair Bolsonaro comentou o anúncio da imposição de tarifas americanas com a imprensa, afirmando que não hesitará em ligar diretamente para Donald Trump.

Em declarações à imprensa em Brasília, Bolsonaro disse que a situação será relatada com seu ministro da Economia, Paulo Guedes.

"Vou falar com Paulo Guedes. E se for o0 caso ... eu ligo para o Trump. Tenho um canal aberto com ele", afirmou aos jornalistas em Brasília.

Bolsonaro se proclama um aliado ideológico de Trump, e o anúncio de tarifas contra o Brasil e a Argentina (um país que acaba de eleger um presidente de centro-esquerda) representa um golpe para seu governo.


Publicidade