Publicidade

Estado de Minas

Keiko Fujimori sai da prisão no Peru


postado em 30/11/2019 00:18

A líder opositora peruana Keiko Fujimori saiu nesta sexta-feira da prisão, após 13 meses detida por envolvimento no escândalo de subornos do grupo Odebrecht, por decisão do Tribunal Constitucional (TC), que acatou um recurso dos advogados da política mais poderosa do Peru.

"Para mim foi o evento mais doloroso da minha vida", disse Keiko ao sair da prisão e abraçar seu marido, Mark Vito Villanella, diante de centenas de partidários e jornalistas.

Os partidários receberam a política aos gritos de "Keiko Livre" e "Keiko presidente", em meio a aplausos.

Segundo o TC, a líder do partido Força Popular poderá permanecer em liberdade enquanto corre o processo.

Keiko Fujimori, 44 anos, foi detida no dia 31 de outubro de 2018, sob a acusação de obstruir as investigações envolvendo doações ilegais da Odebrecht para sua campanha eleitoral.

O italo-americano Villanella realizava uma greve de fome há mais de duas semanas diante da prisão de Santa Mônica, ao sul de Lima, onde Keiko passou seus últimos 13 meses.


Publicidade