Publicidade

Estado de Minas

AMLO adverte EUA que não permitirá intervenções estrangeiras em seu território


postado em 29/11/2019 13:25

O presidente Andrés Manuel López Obrador alertou os Estados Unidos na sexta-feira que o México não permitirá que estrangeiros armados atuem em seu território, depois que o norte-americano, Donald Trump, disse que designaria traficantes de drogas como "terroristas".

O presidente mexicano se referiu amplamente a este anúncio de Trump para designar cartéis de drogas como grupos terroristas, que em o México tem sido interpretado como uma intenção velada de participar de seu combate com o pessoal armado dos EUA.

"Não vamos permitir que pessoas armadas atuem em nosso território, estrangeiros armados não podem intervir em nosso território. Não permitiremos isso", disse López Obrador, enfatizando, no entanto, que Trump sempre foi "respeitoso" em relação a seu governo.

López Obrador considerou improvável, contudo, que os Estados Unidos, para combater o narcotráfico ou o terrorismo, fizesse uma intervenção armada no território mexicano porque, segundo ele, existe uma grande "cooperação" entre os dois governantes.

"No caso remoto de uma tomada de decisão que consideramos afetar nossa soberania, agiremos dentro da estrutura do direito internacional. Mas acho improvável", acrescentou o presidente.

Trump disse nesta semana em uma entrevista de rádio que seu país catalogará os cartéis como "grupos terroristas", mas não detalhou quando as medidas específicas ocorrerão.

Seu anúncio ocorreu depois que no início de novembro três mulheres e seis crianças de famílias mórmons de origem americana foram mortas a tiros em uma estrada rural no estado de Sonora.


Publicidade