Publicidade

Estado de Minas

Manifestantes congoleses atacam base da ONU após novo massacre


postado em 25/11/2019 09:25

A polícia abriu fogo contra manifestantes que atacaram uma base da ONU em protesto pela morte de oito civis na madrugada de segunda-feira em Beni, leste da República Democrática do Congo (RDC), um massacre atribuído ao grupo armado ADF.

Em sinal de protesto pelo que consideram passividade do exército congolês e dos capacetes azuis da ONU, moradores revoltados queimaram parcialmente a sede da prefeitura de Beni e depois atacaram um campo das Nações Unidas.

A polícia usou munição letal para conter os manifestantes. Horas antes, as forças de segurança também atiraram para tentar dispersar a multidão perto da sede da prefeitura.

Quase 70 civis morreram em Beni e seu entorno em ações das Forças Democráticas Armadas (ADF) em represália pela ofensiva do exército da RDC contra suas bases.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade