Publicidade

Estado de Minas

China diz que está negociando com EUA para suspender tarifas


postado em 14/11/2019 09:55

A China disse nesta quinta-feira que está negociando a suspensão de tarifas, uma condição prévia para o fim da guerra comercial entre as duas principais economias mundiais, disse um porta-voz do governo.

"Se os dois lados chegarem a um acordo preliminar, o aumento das tarifas alfandegárias deve refletir completamente a importância desse acordo", disse o porta-voz do Ministério do Comércio Chinês, Gao Feng, aos jornalistas nesta quinta-feira.

Gao disse que os representantes dos dois países "estão negociando essa questão em profundidade".

Na semana passada, o ministro do Comércio chinês disse que Pequim concordou com Washington em elevar "em etapas" as tarifas que são aplicadas um ao outro.

Mas o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou essas alegações, em um contexto em que a China e os Estados Unidos tentam terminar um acordo parcial sobre sua disputa comercial.

A guerra comercial iniciada há mais de um ano levou à aplicação de tarifas mútuas a bilhões de dólares em produtos anuais.

A China disse várias vezes que a guerra comercial só terminará com o aumento das tarifas, "uma condição importante para os dois lados chegarem a um acordo", disse Gao.

Trump esperava assinar um acordo comercial parcial no próximo fim de semana com o presidente chinês durante um fórum no Chile do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

Mas os protestos no país levaram o governo a cancelar a cúpula e, no momento, não há lugar ou data para a assinatura do possível acordo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade