Publicidade

Estado de Minas

Turquia e Rússia farão patrulhas conjuntas para verificar retirada curda na Síria


postado em 29/10/2019 13:31

Patrulhas conjuntas da Rússia e da Turquia vão verificar se os combatentes curdos - considerados terroristas por Ancara, mas apoiados pelo Ocidente - se retiraram do nordeste da Síria, como informou Moscou nesta terça-feira.

"Determinaremos, por meio de patrulhas conjuntas (russo-turcas), se os terroristas realmente se retiraram", afirmou o diretor de comunicação do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, Fahrettin Altun.

Pouco antes, o ministro da Defesa russo, Sergey Shoigu, afirmou que a retirada das forças curdas da região terminou "antes do previsto".

"A retirada das unidades armadas do território em que um corredor de segurança criado terminou mais cedo do que o planejado", afirmou o ministro.

A retirada começou em 23 de outubro e deveria terminar nesta terça-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade