Publicidade

Estado de Minas

Candidatura de ativista Joshua Wong em Hong Kong não foi autorizada


postado em 29/10/2019 02:01

O ativista Joshua Wong, um dos líderes dos protestos em Hong Kong, anunciou nesta terça-feira que o governo bloqueou sua eventual candidatura às próximas eleições locais, alegando que ele não apresenta os requisitos básicos.

"Condeno energicamente o governo por realizar uma avaliação política e a censura, me privando dos direitos políticos", escreveu Wong em sua página do Facebook.

De acordo com Wong, sua tentativa de apresentar uma candidatura às eleições de novembro não prosperou porque um funcionário eleitoral a considerou inválida.

Um porta-voz do governo afirmou que a candidatura de Wong foi invalidada porque propõe a "autodeterminação" de Hong Kong, o que contraria a "Lei Básica", a pequena constituição que rege este território semiautônomo da China.

"O candidato [Wong] não pode cumprir com os requisitos das leis eleitorais relevantes", destacou o porta-voz.

Hong Kong foi sacudida por enormes e as vezes violentas manifestações de protesto nos últimos cinco meses, deflagradas por um projeto de lei que previa a extradição de seus cidadãos para serem julgados na China continental.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade