Publicidade

Estado de Minas

Peso argentino cai 5,86% em semana prévia à eleição


postado em 26/10/2019 00:25

A moeda argentina era cotada nesta sexta-feira a 64,51 pesos por dólar, com uma perda de 5,86% na semana prévia a eleição presidencial de domingo.

Desde as primárias de 11 de agosto, o peso já recuou 30,5% diante de pesquisas que apontam para uma vitória da oposição peronista já no primeiro turno.

No domingo, o presidente liberal Mauricio Macri enfrentará o opositor Alberto Fernández, um peronista de centro esquerda cuja companheira de chapa é a ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015).

Em um país em recessão há mais de um ano, com alta inflação (37,7% em setembro) e aumento da pobreza (35,4%) e com mercados em ebulição, os olhos estão voltados para o que acontecerá na segunda-feira, depois que o resultado da eleição for conhecido.

Se as previsões forem confirmadas nas urnas, Fernández deverá vencer no primeiro turno, pois basta obter mais de 45% dos votos ou então mais de 40% e superar o segundo mais votado por mais de dez pontos.

Nas primárias de agosto, Fernández obteve 49% dos votos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade