Publicidade

Estado de Minas

Parlamento Europeu se opõe a importação de milho e soja transgênicos


postado em 10/10/2019 13:25

O Parlamentou Europeu se pronunciou nesta quinta-feira (10) contra a importação de produtos que contenham milho e soja transgênicos, uma decisão que não afeta a autorização decretada recentemente pela Comissão Europeia.

Baseados em um "determinado número de estudos", os deputados consideram que o uso de milho MZHG0JG e MON 89034 e de soja A2704-12, criados para serem mais resistentes a herbicidas, como o glifosato, levarão a uma utilização maior de pesticidas.

Os parlamentares avaliam ainda que a importação de soja geneticamente modificada "é um fator crucial no desmatamento na América do Sul", explicam em nota.

"Nos recusamos a criar uma situação injusta para nossos agricultores, a quem pedimos esforços sobre a qualidade de sua produção", garantiu o eurodeputado liberal Pascal Canfin, criticando a entrada na Europa "de produtos com padrões sanitários mais baixos".

As críticas do deputado francês se dão em meio a uma oposição da França ao acordo comercial fechado pela União Europeia com o Mercosul por seu eventual impacto no agronegócio na França e temores sobre a política ambiental do presidente Jair Bolsonaro.


Publicidade