Publicidade

Estado de Minas

Diplomata teria sido impedido de testemunhar na investigação contra Trump


postado em 08/10/2019 10:37

O governo de Donald Trump impediu seu embaixador da União Europeia de testemunhar na investigação de julgamento político contra o presidente conduzida pelos democratas no Congresso - afirmou o advogado do diplomata nesta terça-feira (8).

"No início desta manhã, o Departamento de Estado americano ordenou que o embaixador Gordon Sondland não comparecesse para seu depoimento agendado no Comitê Conjunto da Câmara dos Deputados", disse o advogado Robert Luskin.

O advogado destacou que seu cliente "está pronto para testemunhar, desde que seja permitido".


Publicidade