Publicidade

Estado de Minas

Pelo menos 10 mortos em onda de violência xenófoba na África do Sul


postado em 05/09/2019 18:37

A onda de violência contra estrangeiros na África do Sul já causou pelo menos dez mortes, anunciou nesta quinta-feira o presidente do país, Cyril Ramaphosa, que classificou como "injustificáveis" os ataques e os saques.

"Sabemos que pelo menos dez pessoas morreram nestes atos violentos, uma delas estrangeira", declarou o chefe de Estado num pronunciamento transmitido por rádio e televisão.

"Famílias inteiras ficaram traumatizadas. Vidas foram destruídas", prosseguiu. "Não há desculpas para a xenofobia (...). Nada justifica os saques nem as destruições" que ocorrem no país há vários dias, acrescentou.

A África do Sul, primeira potência industrial do continente, frequentemente vive ondas de violência xenófoba alimentadas por altas taxas de desemprego e pobreza.

Os ataques desta semana causaram indignação em vários países do continente, onde alguns de seus cidadãos pediram em retaliação boicotes e ataques a marcas e lojas sul-africanas.

Em várias cidades da Nigéria, as segurança foi reforçada perto de lojas de marcas sul-africanas.


Publicidade