Publicidade

Estado de Minas

Suspeito de ligação com atentados de Paris e Bruxelas é preso na Síria


postado em 31/08/2019 15:31

Um membro importante do grupo extremista Estado Islâmico (EI), Anuar Haddouchi, de origem belga e suspeito de envolvimento nos atentados de Paris e Bruxelas, foi capturado "recentemente", apontou neste sábado um porta-voz das Forças Democráticas Sirias (FDS).

O porta-voz, Mustefa Bali, acrescentou em um tuíte que o suspeito foi interceptado na região síria de Deir Ezzor, a cerca de 100 km da fronteira iraquiana.

Questionado pela AFP, o porta-voz não especificou a data da prisão do extremistas. Segundo a imprensa belga, ele foi detido em março passado.

De acordo com Bali, Haddouchi agora está preso pelas FDS, que estão sob controle da milícia curda das Unidades de Proteção do Povo (YPG).

A Promotoria belga ainda não deu informações a respeito.

De acordo com a imprensa, o órgão organiza há muito tempo o envolvimento deste suspeito nos atentados suicidas de 22 de março de 2016 em Bruxelas, reivindicados pelo EI, que deixaram 32 mortos e mais de 340 feridos.

Os atentados foram ordenados da Síria e organizados por uma célula franco-belga que também é responsável pelos ataques de 13 novembro de 2015 em Paris, com um saldo de 130 mortos.


Publicidade