Publicidade

Estado de Minas

Ucrânia diz ser a favor de "triângulo energético" com Polônia e EUA


postado em 31/08/2019 12:02

A Ucrânia quer diversificar suas fontes de fornecimento de energia, disse neste sábado o presidente do país, Volodmir Zelenski, que se pronunciou a favor da "cooperação energética no triângulo Ucrânia-Polônia-Estados Unidos".

Zelenski, que faz sua primeira visita oficial à Polônia, fez esta declaração à imprensa ao lado do presidente polonês Andrzej Duda.

Reafirmou a oposição de seu país à construção do gasoduto Nord Stream 2, ao classificá-lo como "inaceitável", por também representar "um perigo para toda Europa".

Este projeto russo-alemão é altamente criticado por Kiev, Varsóvia, Washington e vários países europeus. O oleoduto, em construção, envolve a Polônia e a Ucrânia, que o veem como um meio de pressão política e econômica de Moscou.

Os dois presidentes também afirmaram seu desejo comum de eliminar as tensões entre seus países, tensões que Zelenski descreveu como um "presente para [seus] inimigos".

As tensões entre a Polônia e a Ucrânia estão especialmente relacionadas à proibição pelas autoridades ucranianas da exumação de vítimas polonesas de massacres perpetrados por nacionalistas ucranianos na Segunda Guerra Mundial.


Publicidade