Publicidade

Estado de Minas

Mourão afirma que vitória de Fernández não atrapalhará relação com Argentina


postado em 30/08/2019 19:30

O governo brasileiro prefere que Mauricio Macri vença as eleições argentinas, mas as relações com seu vizinho e terceiro parceiro comercial não deve ser prejudicada com a eleição do peronista Alberto Fernández, declarou nesta sexta-feira o vice-presidente Hamilton Mourão.

"Óbvio que gostaríamos que o presidente Macri, que tem um relacionamento muito bom com o governo, vencesse essa eleição. Mas há indícios fortes de que serão Fernández e Kirchner".

A Argentina "é o nosso terceiro maior parceiro comercial e precisamos manter a relação com o país. Temos que buscar nossos interesses...", disse Mourão na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

A posição de Mourão contrasta com as declarações do presidente Jair Bolsonaro, que após a vitória de Fernández nas primárias avaliou que a Argentina está "afundado" e seguindo os passos da Venezuela.

Brasil e Argentina integram com Paraguai e Uruguai o Mercosul, que firmou recentemente dois importantes acordos comerciais, com a União Europeia (UE) e a Associação Europeia de Livre Comércio (AELE).


Publicidade