Publicidade

Estado de Minas

Jornalista iraniano deserta de delegação oficial e pede residência na Suécia


postado em 27/08/2019 15:49

Um jornalista iraniano, que cobria uma visita diplomática do ministro das Relações Exteriores Mohamad Javad Zarif nos países nórdicos, abandonou a delegação na Suécia e solicitou um visto de residência, anunciaram as autoridades suecas nesta terça-feira.

O Departamento de Migrações sueco confirmou à AFP que recebeu um pedido de "visto de residência (...) em 21 de agosto de 2019" por parte de Amir Tohid Fazel, jornalista especializado em política na agência de notícias iraniana ultraconservadora Moj, sem dar mais detalhes.

O motivo do pedido seria a publicação por parte desse jornalista de uma lista de funcionários iranianos que supostamente teriam dupla nacionalidade, a iraniana e a de "países que o governo (de Teerã) considera Estados hostis".

O Irã não reconhece a dupla nacionalidade.

"O governo iraniano anunciou oficialmente que apresentará uma queixa", afirmou Amir Tohid Fazel à rede de televisão estatal sueca SVT.

O jornalista viajava com a delegação do ministro das Relações Exteriores no contexto de sua viagem internacional, que incluía Finlândia, Suécia e Noruega.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade