Publicidade

Estado de Minas

Itália avança para acordo entre esquerda e 5 Estrelas


postado em 26/08/2019 22:15

A hipótese de um governo formado pelo Partido Democrata (PD, centro esquerda) e o Movimento 5 Estrelas (M5S) ganhou força nesta segunda-feira na Itália, após uma série de declarações otimistas e um intenso ritmo de reuniões.

Três semanas após o líder da Liga (extrema direita), Matteo Salvini, dinamitar a aliança formada há 14 meses com o M5S, o realinhamento das forças políticas parece encaminhado.

"Estou otimista sobre este acordo, seguimos em um bom caminho. Formar um governo é coisa séria", declarou Nicola Zingaretti, líder do PD, o principal partido de esquerda, após se encontrar com o dirigente do M5S, Luigi Di Maio.

Segundo Zingaretti, "finalmente se abriram" as negociações para um "governo de mudança".

Para resolver a crise, os dois partidos trabalham com a hipótese de manter o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, uma das exigências do M5S. Em contrapartida, o PD promoveria uma reorganização completa do gabinete.

Na noite desta segunda-feira, Zingaretti, Di Maio e Conte se reuniram, mas segundo o PD, o encontro não permitiu um acordo sobre o programa de governo ou sobre o projeto de lei de finanças para 2020.

Outras fontes do M5S afirmam que o PD ainda não esclareceu sua posição sobre Conte.

Uma nova reunião entre os dois partidos está prevista para esta terça-feira.


Publicidade