Publicidade

Estado de Minas

Cinco mil pessoas são evacuadas por incêndio devastador em Gran Canária


postado em 18/08/2019 19:43

Cinco mil pessoas foram evacuadas devido a um devastador incêndio florestal que avançava neste domingo sem controle na ilha espanhola de Gran Canária, e que desde o sábado afetou 3.400 hectares, segundo as autoridades.

O fogo, "voraz" e "tremendamente virulento", "não está contido, nem estabilizado, nem controlado", declarou neste domingo (18) o presidente regional das Canárias, Ángel Víctor Torres, durante uma coletiva de imprensa.

Até o momento, as chamas, que não deixaram vítimas, mas causaram danos materiais, forçaram a evacuação de cinco mil pessoas, inclusive em áreas turísticas como Cruz de Tejeda, localidade montanhosa famosa pela bela vista situada no centro da ilha, assim como um hotel de luxo próximo.

Mais de 600 agentes e 11 veículos aéreos combatem as chamas, que levaram ao bloqueio de mais de dez estradas desta ilha do arquipélago das Canárias, no oceano Atlântico.

Alta temperatura, vento e baixa umidade dificultam o trabalho dos bombeiros e as previsões meteorológicas para os próximos dias fazem as autoridades temer que o fogo possa queimar ainda por vários dias antes de ser controlado.

As chamas já afetam o parque natural do Tamadaba, importante reserva de árvores autóctones canarinos, lamentaram as autoridades. O incêndio mantém 20 rodovias interrompidas, acrescentou Torres.

Este incêndio começou cinco dias após os bombeiros conseguirem conter outro foco na mesma região do arquipélago e que também implicou a retirada de centenas de pessoas.


Publicidade