Publicidade

Estado de Minas

Presidente argentino pede desculpas e anuncia ajudas salariais após revés eleitoral


postado em 14/08/2019 10:30

O presidente argentino, Mauricio Macri, pediu desculpas por sua aborrecimento após o revés eleitoral nas primárias de domingo e anunciou medidas salariais para aliviar as conseqüências da inflação, em uma mensagem divulgada antes da abertura dos mercados, sacudidos por uma corrida cambiária.

Macri, que buscará a reeleição em 27 de outubro, anunciou que haverá aumentos específicos para funcionários, redução de impostos para os trabalhadores e que o preço da gasolina será congelado por 90 dias.


Publicidade