Publicidade

Estado de Minas

Dois canadenses fugitivos por três homicídios se suicidaram


postado em 12/08/2019 21:25

Os cadáveres encontrados em uma zona florestal do centro do Canadá são de dois jovens procurados pela polícia há mais de duas semanas como suspeitos de três homicídios.

"Parece que os dois se suicidaram com arma de fogo", informou a polícia federal em um comunicado.

As autoridades encontraram os corpos sem vida de Kam McLeod, de 19 anos, e Bryer Schmegelsky, de 18, em uma zona inóspita em volta de Gillam, a 8 km do lugar onde foi achado, em 22 de julho, o veículo queimado dos suspeitos.

Amigos de infância, ambos tinham sido acusados formalmente de matar sem premeditação Leonard Dyck, um professor de botânica de 64 anos. Seu corpo foi encontrado em 19 de julho em Colúmbia Britânica, província da costa oeste do Canadá.

Também são suspeitos de ter matado Lucas Fowler, um australiano de 23 anos, e sua namorada, a americana Chynna Deese, 24, cujos corpos foram encontrados em 15 de julho, ao norte da Colúmbia Britânica.

Os motivos dos assassinatos são desconhecidos.

A identificação dos corpos põe fim a uma perseguição que prendeu a atenção dos canadenses e que chegou até a inóspita região de Manitoba, no centro do país, uma zona pantanosa povoada por animais selvagens e insetos.


Publicidade