Publicidade

Estado de Minas

Trump desiste de Ratcliffe para chefe de Inteligência


postado em 02/08/2019 19:25

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira que retirará a indicação do congressista John Ratcliffe para ser o próximo Diretor Nacional de Inteligência.

Trump disse que anunciará "em breve" quem será o indicado para substituir Dan Coats como diretor das 17 agências que compõem o aparato de inteligência dos Estados Unidos.

Através do Twitter, o presidente explicou que o congressista republicano pelo Texas desistiu da nomeação porque está sendo tratado de uma forma "muito injusta" pelos meios de comunicação.

"Em vez de passar por meses de difamação e calúnias, expliquei a John como isso seria ruim para ele e sua família", disse Trump, acrescentando que Ratcliffe preferiu permanecer no Congresso.

Trump culpa a imprensa pela retirada da candidatura de Ratcliffe, mas sua indicação foi duramente criticada pelos democratas e gerou pouco entusiasmo entre os republicanos, o que levantou dúvidas sobre suas chances de ser confirmado pelo Senado.

O atual diretor de inteligência deixará suas funções em 15 de agosto, depois de dois anos coordenando o trabalho de agências como a CIA, a Agência Nacional de Segurança (NSA) e outras entidades.

A escolha de Ratcliffe, que foi prefeito de uma cidade no Texas e depois trabalhou como promotor, era muito criticada e os democratas reclamavam, principalmente, de sua falta de experiência.

Uma das funções do chefe de Inteligência é estabelecer prioridades entre todas as ameaças que o país enfrenta.

Até agora, as pessoas que ocuparam o cargo eram ex-diplomatas com experiência em questões de segurança nacional, militares da reserva, antigos funcionários do Pentágono ou pessoas com algum cargo de chefia em uma das agências de segurança.


Publicidade