Publicidade

Estado de Minas

EUA pedem que Alemanha participe da vigilância no Estreito de Ormuz


postado em 30/07/2019 12:13

Os Estados Unidos pediram à Alemanha que participe, junto com França e Grã-Bretanha, da missão de proteger os petroleiros que circulam pelo Estreito de Ormuz, em plena crise com o Irã - informou a embaixada dos Estados Unidos na Alemanha, nesta terça-feira (30).

"Pedimos formalmente à Alemanha que se junte à França e à Grã-Bretanha para ajudar a proteger o Estreito de Ormuz e lutar contra a agressão iraniana", disse a porta-voz da embaixada, Tamara Sternberg-Greller.

Em 19 de julho, o Irã reteve um petroleiro sueco com uma bandeira britânica que estava na área.

Anteriormente, as forças navais britânicas apreenderam um petroleiro iraniano em Gibraltar.

As tensões no Golfo também aumentaram, devido a ataques misteriosos contra outros petroleiros.

Os Estados Unidos atribuem a responsabilidade ao Irã, que nega qualquer tipo de envolvimento nestes episódios.

"Membros do governo alemão disseram claramente que a liberdade de navegação deve ser protegida. Nossa pergunta é: quem a protege?", questionou a porta-voz.

O pedido dos Estados Unidos gera controvérsia na Alemanha, cujos líderes políticos temem a possibilidade de um conflito com o Irã.

O presidente Donald Trump critica regularmente a Alemanha por considerar que Berlim faz uma contribuição insuficiente para o esforço militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade