Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Irã critica presença de forças militares estrangeiras no Oriente Médio


postado em 28/07/2019 10:21

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse neste domingo, 28, que é uma ameaça à "segurança na região" a presença de militares no Oriente Médio oriundos de países estrangeiros.

Ainda que não tenha falado diretamente sobre os Estados Unidos, a afirmação de Rouhani é uma crítica ao país governado por Donald Trump. O presidente ordenou em junho a ampliação do número de militares na região, após o Irã dizer que iria aumentar o estoque de urânio enriquecido.

A declaração foi feita durante encontro com o ministro das Relações Exteriores de Omã, Yusuf bin Alawi, que visitou Rouhani em Teerã. Segundo a agência estatal iraniana, a Irna, eles enfatizaram que era necessário aumentar a cooperação mútua.

Rouhani voltou a dizer que o Irã não foi "iniciador da tensão" na região e que o crescente clima beligerante foi causado após a saída dos EUA do acordo nuclear acertado com as potências mundiais.

Neste domingo, as demais potências que fazem parte do acordo - Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha - se reúnem em Viena com representantes do Irã para repactuar os termos.

O vice-ministro de Relações Exteriores iraniano, Seyed Abbas Araghchi, manifestou otimismo antes do início do encontro. "No último mês foram produzidos muitos sucessos em relação ao acordo", afirmou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade