Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Brics: chanceler russo defende solução para crise venezuelana sem interferência


postado em 26/07/2019 11:51

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, rebateu nesta sexta-feira, 26, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, em relação à crise política na Venezuela, ao defender uma solução "sem interferência de fora". O chanceler brasileiro disse que "um grito que pede liberdade" vem da Venezuela, ao abrir a Reunião de Ministros das Relações Exteriores do Brics, no Palácio do Itamaraty, no Rio.

O Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Rússia e China, países que têm assento permanente no Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas, têm mantido o apoio ao governo de Nicolás Maduro na Venezuela. A Rússia mantém cooperação militar com o governo Maduro.

"Precisamos usar a lei internacional como uma fundação e apoiar os venezuelanos a chegar a uma solução por eles mesmos, sem interferência de fora", afirmou Lavrov em seu discurso no Rio, logo após a fala de Araújo. O chanceler russo defendeu ainda as reuniões em Oslo, na Noruega, que tem mediado um diálogo entre Maduro e a oposição venezuelana, como um "passo no caminho de encontrar uma solução sustentável" para a crise na Venezuela.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade