Publicidade

Estado de Minas

Trump evoca boas relações com Turquia apesar da compra de mísseis russos


postado em 16/07/2019 17:55

O presidente Donald Trump insistiu nesta terça-feira (16) em que os Estados Unidos mantêm "boas relações" com a Turquia, apesar de Ancara ter recebido na semana passada as primeiras peças do sistema de mísseis russo S-400, e evitou mencionar as sanções com as quais Washington tinha ameaçado por esta compra.

"Tenho uma boa relação com o presidente (turco, Recep Tayyip) Erdogan", disse Trump a jornalistas.

"Honestamente, é uma situação muito complexa", acrescentou o presidente, que acusa seu antecessor, Barack Obama, de ser responsável por esta operação para proibir a venda de mísseis Patriot, um sistema de defesa americano, à Turquia.

Os turcos "estão em uma situação muito difícil, e nos colocaram em uma posição muito dura... Com tudo o que foi dito, estamos trabalhando nisso. Vamos ver o que acontece", acrescentou Trump.

O presidente disse estas palavras pouco depois de seu candidato a chefiar o Departamento de Defesa considerar decepcionante a compra de mísseis russos pela Turquia.

"Certamente, é decepcionante", disse Mark Esper em audiência de confirmação, nesta terça-feira, no Senado.

O Congresso americano aprovou várias resoluções pedindo ao governo Trump para impor sanções à Turquia se não renunciar aos mísseis balísticos.

O Pentágono deu um ultimato oficial no começo de junho, no qual exortou Ancara a renunciar aos mísseis S-400 antes de 31 de julho, sob pena de excluir a Turquia do programa de caças polivalentes F-35.

O candidato a chefiar o Pentágono disse que já tinha declarado ao ministro turco da Defesa, Hulusi Akar, qual é a sua política: "você pode ter o S-400 ou o F-35. Não pode ter ambos".


Publicidade