Publicidade

Estado de Minas

Jornalistas russos são detidos em protesto contra prisão de colega


postado em 07/06/2019 14:43

Vários jornalistas russos foram detidos pela polícia nesta sexta-feira (7), em Moscou, durante um ato de protesto contra a polêmica prisão de um colega por suspeita de posse de drogas.

A polícia levou pelo menos oito pessoas, entre elas os jornalistas de oposição Ilia Azar e Oleg Kashin. O grupo foi preso por exibir cartazes pedindo a libertação de Ivan Goluvnov, detido no dia anterior.

Goluvnov trabalha no jornal on-line independente Meduza, cuja sede fica na Letônia.

Segundo a polícia, no momento de sua detenção, o jornalista levava na mochila 4 gramas de mefedrona. Depois, os agentes revistaram sua casa, onde afirmam ter encontrado envelopes com drogas e uma balança.

O Ministério do Interior divulgou fotos do que apresentou como equipamentos para fabricar drogas sintéticas. Depois, as fotos foram retiradas de circulação, e o governo disse que os objetos tinham ligação com outro caso.

O advogado de Goluvnov, Dmitri Yulai, denunciou à AFP que seu cliente foi maltratado durante a detenção.

"Estamos convencidos de que Ivan Goluvnov é inocente. Temos razões para acreditar que Goluvnov está sendo perseguido por suas atividades jornalísticas", declarou a direção do Meduza.

Goluvnov publicou investigações sobre fraudes no setor dos microcréditos, ou na gestão de coleta de lixo em Moscou.


Publicidade