Publicidade

Estado de Minas

Incidente entre navios de guerra dos EUA e Rússia no Mar da China


postado em 07/06/2019 09:13

Um cruzador americano e um destróier russo se aproximaram perigosamente nesta sexta-feira no Mar da China, segundo os exércitos de ambos os países, que culparam um ao outro pelo incidente.

"No sudeste do Mar da China Oriental (...), o cruzador USS Chancellorsville subitamente mudou de rota e interceptou o caminho do destróier russo Almirante Vinogradov a apenas 50 metros do navio", informou o serviço de imprensa da Frota Russa do Pacífico, citado pelas agências de imprensa russas.

"Para evitar a colisão, a tripulação do almirante Vinogradov teve que fazer uma manobra de emergência". Uma mensagem de protesto foi emitida sobre o cruzador americano destacando "a natureza inadmissível dessas ações", disse o Exército russo.

Em um comunicado, a Sétima Frota dos Estados Unidos respondeu acusando o navio russo de realizar uma "manobra perigosa" e "não profissional".

"O Chancellorsville estava recuperando seu helicóptero em rota e velocidade estável quando o navio russo manobrou" e chegou muito perto do cruzador americano. "Esta ação perigosa forçou o Chancellorsville a dar ré e manobrar", continuou o comunicado.

Incidentes entre navios dos dois países, que acusam uns aos outros de manobras perigosas, ocorrem repetidamente, mas geralmente no Mar Báltico e no Mediterrâneo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade