Publicidade

Estado de Minas

Cristina Kirchner será ré em novo julgamento por corrupção


postado em 06/06/2019 19:43

A ex-presidente argentina Cristina Kirchner será submetida a um novo julgamento oral por uma suposta cobrança de subornos dos maiores empresários de obra pública do país, segundo uma decisão do juiz Claudio Bonadio publicada nesta quinta-feira pelo Centro de Informação Judicial.

Kirchner, de 66 anos, que foi presidente de Argentina entre 2007 e 2015, é acusada também de ter recebido subornos em troca de concessões em obras públicas.

Os procuradores públicos e o tribunal de apelação devem agora confirmar a realização do julgamento e, eventualmente, sua data.

A líder do peronismo de esquerda é senadora desde 2017 e goza, portanto, de foro parlamentar. Nas eleições de outubro, ela será candidata à vice-presidência da Argentina, na chapa liderada por seu ex-chefe de gabinete Alberto Fernández.

Junto com Cristina Kirchner, também será julgado seu ex-ministro de Planejamento, Julio de Vido. No total serão 156 empresários e ex-funcionários do governo.

Esse processo deriva do caso conhecido como "Os cadernos de corrupção", ainda em fase de investigação, que trata de supostos subornos a empresários no valor de mais de 160 milhões de dólares em pastas cheias de dinheiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade