Publicidade

Estado de Minas

Manifestantes supostamente sequestrados pelo Talibã reaparecem no Afeganistão


postado em 06/06/2019 13:05

Um grupo de 25 afegãos, que iniciou recentemente uma longa marcha pelo país para exigir paz e cujos familiares não tinham notícias desde que entraram em território controlado pelo Talibã, reapareceram nesta quinta-feira.

"Os talibãs nos disseram esta manhã para vir e pegar nossos amigos. Estão todos bem", declarou à AFP Abdul Malek Hamdard, membro do Movimento Popular pela Paz (MPP).

Em 27 de maio, cerca de 30 pessoas começaram uma marcha partindo de Lashkar Gah (sul) com o objetivo de se encontrar com o Talibã e lhes pedir um cessar-fogo.

No domingo à noite, quando entraram em território sob controle insurgente, quatro deles foram levados pelos talibãs, que voltaram no dia seguinte para buscar o restante do grupo, com exceção de dois idosos.

Depois de permanecer em silêncio por mais de 36 horas, o Talibã publicou na terça-feira fotos de quatro membros do grupo, incluindo um de seus líderes, Iqbal Khyber, dizendo que estavam seguros.

O porta-voz do Movimento, Bismillah Watandost, que fazia parte do grupo, afirmou nesta quinta-feira em uma mensagem no WhatsApp que "os membros do MPP não foram sequestrados". Ele explicou que não conseguiu se comunicar nos últimos cinco dias por falta de sinal de telefone.


Publicidade