Publicidade

Estado de Minas

Liberdade de imprensa está em 'espiral descendente' no mundo, diz ONG


postado em 05/06/2019 18:31

A liberdade de imprensa está em declínio em todo o mundo, com regimes autoritários, mas também governos democráticos tentando suprimir o jornalismo independente, disse Freedom House, uma ONG independente de direitos humanos sediada nos Estados Unidos.

Em seu relatório anual, a Freedom House, que tem escritórios em Washington DC e Nova York, disse que a liberdade de imprensa tem tido um declínio notável na Europa e que o descrédito da imprensa, praticado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, "exacerbou seriamente a erosão contínua da confiança do público na grande mídia".

Segundo o relatório, as atitudes de Trump em relação à imprensa livre tiveram um impacto tangível no resto do mundo. Jornalistas fora dos Estados Unidos agora têm "menos razão para acreditar que Washington virá em seu auxílio se seus direitos básicos forem violados", disse a Freedom House.

"Em algumas das democracias mais influentes do mundo, líderes populistas supervisionaram uma tentativa concertada de sufocar a independência da mídia", disse Sarah Repucci, diretora de pesquisa da Freedom House.

"As ameaças à liberdade da mídia em escala global são preocupantes em si mesmas, mas é seu efeito sobre a democracia que as torna verdadeiramente perigosas".

O relatório diz que em alguns Estados democráticos "grandes segmentos da população não recebem mais informações e notícias imparciais" como resultado de "esforços sutis" dos governos para enfraquecer a independência jornalística.

Isso coincide com uma tendência populista em que certos líderes se apresentam como "defensores de maiorias prejudicadas e desprivilegiadas" e buscam desacreditar os órgãos de imprensa independentes e suprimir o debate aberto, disse a ONG.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade