Publicidade

Estado de Minas

Para iniciar diálogo, Irã exige comportamento 'normal' dos EUA


postado em 03/06/2019 13:55

O presidente iraniano, Hassan Rohani, afirmou que os Estados Unidos devem adotar um comportamento "normal" antes de iniciarem qualquer diálogo com seu país.

"A parte que abandonou a mesa de negociações, a parte que pisoteou o pacto deve voltar a um (comportamento) normal", declarou Rohani em discurso transmitido nesta segunda-feira (3) pela televisão estatal.

Rohani se referia ao acordo internacional de 2015 sobre o tema nuclear iraniano, denunciado unilateralmente pelos Estados Unidos em 2018 para restabelecer uma série de sanções econômicas contra o Irã.

"O dia que o inimigo compreender realmente que tomou o mal caminho (em relação ao Irã) será o dia de voltar à mesa de negociações e solucionar todos os problemas", acrescentou.

Após várias semanas de tensão aguda entre Estados Unidos e Irã, ambas as capitais parecem ter iniciado a fase de desescalada.

No domingo, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, afirmou que os EUA estão dispostos a iniciar um diálogo "sem condições prévias" com o Irã.

Pompeo acrescentou, porém, que "o esforço americano tendente a conter radicalmente as atividades nefastas da República islâmica e de sua força revolucionária" continuará e pode não haver "discussão" com os dirigentes iranianos, salvo se decidirem "se comportar como uma nação normal".

No sábado, Rohani havia declarado que toda nova discussão com os Estados Unidos poderiam acontecer apenas com "respeito" e "no âmbito do Direito Internacional".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade