Publicidade

Estado de Minas

Corte da Colômbia recusa reformas defendidas pelo presidente sobre pacto de paz com Farc


postado em 29/05/2019 22:25

A Corte Constitucional da Colômbia fechou definitivamente a porta às reformas defendidas pelo presidente do país, Iván Duque, sobre o pacto de paz assinado em 2016 com o antigo grupo guerrilheiro Farc.

Por sete votos a favor e um contra, o tribunal ordenou que o presidente sancione e promulgue sem objeções a lei que sustenta o sistema de justiça negociado com os ex-guerrilheiros, ponto principal do acordo, segundo decisão lida para a imprensa pela magistrada Gloria Ortiz.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade